Se o Meu Ponto G Falasse – 30-06-2007

Durante uma semana teve um festival de teatro aqui em Santos, bem pertinho da minha casa, no Teatro Municipal, o FESCETE.

Eu acabei acompanhando algumas coisas porque o pessoal que eu costumo sair estava envolvido com o festival, inclusive a Cláudia e a Letícia participaram da competição com a cena “Se meu ponto G falasse”.

Tratava-se de duas mulheres solteiras com mais ou menos uns 30 anos, que conversavam sobre sexualidades, fantasias e frustrações sexuais. Coisas que toda mulher pensa e fala, assim como os homens, mas que ainda é meio tabu e tal. Bastante interessante o texto.

Ana [Cláudia] era uma empresária bem sucedida que não tinha sorte no amor, inclusive perdeu o noivo no dia do casamento, enquanto transavam… rsrsrs…. Adorei as cenas de Ana. Muito mais picantes e complicadas, principalmente para a Cláudia que estava estreando nos palcos como atriz. Não deve ser fácil encenar uma cena contando detalhes sobre uma transa, fazendo movimentos eróticos, e nem mesmo se insinuar passando o telefone pelo corpo.

Já a Bia (Letícia) era uma dona de casa, também com suas fantasias e frustrações, porém aparentemente mais contida. Ela mostrou gostar muito de ouvir as histórias de Ana, mas sobre ela mesmo foi pouco falado. Confesso que na minha opinião, isso ficou um pouco a desejar porque seria muito interessante ouvir um pouco mais da Bia, a sexualidade dela, principalmente porque é mais difícil ouvir esse tipo de coisa de uma dona de casa, que quase sempre se assemelha a nossa mãe.

Quanto a cena no geral, eu gostei muito de tudo e acho que teve uma boa resposta do público, com muitas palmas e bastante gente dando risada. Aliás, isso é outra coisa difícil de fazer e acredito que elas conseguiram fazer bem, que é o humor.

Depois que elas me contaram as críticas dos jurados, e vc pensando e analisando mais profundamente, até dá mesmo para concordar com eles e pensar que a peça não estava muito pra estar na disputa do prêmio. Teve muita coisa ruim, na minha opinião, e inclusive vencedores que não mereciam nem de longe ganhar algum prêmio. Mas também tinha muita coisa boa e até mais interessante.

É complicado expressar a minha opinião depois de ter escutado as opiniões dos jurados e tal. Mas concordo com o despreparo de um cenário bacana e principalmente a luz e tal. Até a trilha eu vou confessar que não achei das melhores, não marcou e não envolveu. Mas acho que tudo isso é aceitável levando em consideração que é amador, principalmente pra quem conhece um pouco como é a rotina do Grupo DNA.

Minha nota de 0 a 100 seria de + 19.

No mais; parabéns pra minha amiga, que merece e muito!

4 Responses to “Se o Meu Ponto G Falasse – 30-06-2007”

  1. Renato Carddoso Says:

    Olá!

    gostei do seu comentário sobre a peça
    “Se meu ponto G Falasse
    “sou diretor de teatro tb aqui em Ribeirão Pires
    (ABC Paulista)
    e estou interessado em montar essa peça
    pro inicio do anno q vem com meu grupo!!
    Alías vc podeira me dizer qual grupo montou aí?

    t+

  2. broadcastme.net Says:

    Very well written post. It will be supportive to anyone who utilizes it, including me. Keep doing what you are doing – looking forward to more posts.

  3. Silvia Odete Morani Massad Says:

    Wow, wonderful weblog format! How long have you been running a blog for?
    you made running a blog glance easy. The whole look of your web site is fantastic, as neatly
    as the content!

  4. nokia phones Says:

    Very shortly this site will be famous amid all blog users, due to it’s pleasant posts

Leave a Reply