Tinta de impressora.

A pior coisa do mundo é quando alguém te interompe. Seja o que for, a raiva é suficiente pra ter a vontade de dar um soco na cara do desgraçado.

Vai dizer que não dá um ódio danado quando você está prestes a espirrar e vem alguém e atrapalha? E quando está finalmente rolando aquele clima com a pessoa que você tá afim faz um tempo e vem alguém e corta o clima de vocês sem dó. Tudo. O cocô parado na metade, o arroto, a conversa, o sonho, um programa de tv, tudo que for interrompido é motivo pra bastante irritação.

Depois de meses sem ter uma inspiração, eis que surge uma frase seguida de várias outras na minha mente. Era o momento de vomitar todo aquele zum zum zum que tem me deixado absorta grande parte do tempo. Minha necessidade de escrever é quase que vital, e quando as coisas começam a ter contexto, surge o papai falando de tinta de impressora!

Vai ver que foi um aviso pra manter interno todos esses pensamentos soltos.” Melhor pensar assim, do que mandar o papai enfiar as tintas da impressora no meio do cú dele.

One Response to “Tinta de impressora.”

  1. Leandro Dalarte Says:

    Quero morrer seu amigo…

Leave a Reply