Satisfeita!

Tem sempre aquele ano, aquele mês, aquela semana e aquele dia em que parece que tudo conspira contra nós. A famosa lei de murphy vem com tudo e arrasa tudo que vê pela frente. Essas horas dá aquela vontade de mandar tudo pro alto e viver a vida de vagabundo, pelo menos vc fica na merda sem stressar. Então chega a mamãe com suas suas sábias palavras “Desistir é o mais fácil, e mais prático”, e na hora da raiva, mesmo sabendo que mamãe tem razão, costumo responder “tá bom, eu sou prática e desisto logo!”. Uma cena comum na minha vida, mas é obvio que com a base familiar que tenho acaba tudo dando certo no final. E se não dá, resta partir pra outra e ser feliz do mesmo jeito e seguindo mais uma das palavras da mamãe “nada melhor que dormir sabendo que vc fez a sua parte!”, pode crer!!!
Tudo isso tem me ajudado pra caramba com a faculdade. Tenho um genio meio complicado, gosto de tudo certinho, horas tô nem aí. Do mesmo modo que as vezes sou batalhadora, e horas quero tudo mastigado na minha mão. Por esse motivo tanto stress com o assunto TCC, que no final das contas ñ farei um tema que gosto, mas a ferramenta será TV e isso eu realmente amo muito. Mas ñ é de TCC que eu vim dizer nesse post.
Pra essa segunda-feira tinhamos um debate de Rádio pra fazer ao vivo. Era a prova do bimestre. Tinha que encontrar dois entrevistados de idéias contrarias, um de nós sermos o mediador e fazer um programa de debate no studio de rádio para a professora assistir. Parece fácil, mas é foda encontrar pessoas disponiveis em pleno final de ano, que aceite fazer um debate as 21h por pura boa vontade.
Passamos semanas tentando encontrando pessoas, mudando temas e ontem, o dia da entrega, não tinhamos nada nem ninguém, a não ser a certeza que teriamos 0 de nota e um exame pra fazer em dezembro. Além disso, tinhamos que editar a matéria de TV pra entregar na terça. Resultado de tudo isso foi o stress, inconformação, e a união. A união foi o que salvou realmente o grupo.
De última hora bateu uma idéia, aproveitou-se os professores que tinham acabado de sair da banca de TCC e em 40 minutos produzimos tudo para um debate sobre o diploma de Jornalista. 21h fomos eu e Cláudia editar a matéria de TV, enquanto Carla e Marcelo foram para o studio de rádio fazer o debate. Minha mãe entrou na dança e ficava entre Rádio e Edição ajudando o que fosse necessário.
O debate, segundo Carla, Marcelo e minha mãe, foi um sucesso e a professora não poupou elogios em conseguirmos tudo tão bom em apenas 40 minutos. Sairam todos (inclusive a professora) rindo do studio de rádio. E eu e a Cláudia fomos embora da faculdade por volta das 23h15, com a faculdade toda apagada, mas com a matéria toda editadinha, pronta para ser entregue.
O que no começo era sobrancelhas franzidas, stress, se transformou em sorrisos e brincadeiras. E o melhor de tudo, a sensação de dever cumprindo e aquele tesão pelo jornalismo, que eu não sentia a muito tempo.
Pra completar, a revista sobre o Sindicato dos Ambulantes e Premissionários que fizemos pra nota foi elogiada pelo presidente do sindicato e ao que tudo indica a idéia será comprada!!! Ou seja, a meta foi alcançada.

A semana trash ainda continua, mas posso afirmar que estou com energia renovada o bastante pra não deixar a peteca cair até sexta-feira (25)!! Provas, trabalhos, livros, filmes, me esperam nesse curto espaço de tempo. E eu ainda arranjo tempo pra cagar e depois sentar aqui pra desabafar!!!

Leave a Reply