Fênix!

Depois daquele post meio depressivo resolvi escrever novamente, já que aos poucos eu já estou bem melhor do que estava. Se a tarde eu fui para os 65%, agora posso considerar que estou 88% bem.

Meu grande nervoso é essa parada irritante de do nada ver tudo aquilo que eu acreditava jogado no chão. Tenho ódio da possibilidade de qualquer ser humano ter domínio sob mim. Acabar atrasando ou adiantando minha vida de acordo com as pessoas e com o humor delas… Eu nunca gostei disso em nenhum dos sentidos, nunca fui pessoa de aceitar conselho de primeira e, me ver derrubada um dia e meio por causa de 2os e terceiros foi realmente o fim da picada pra mim! Mas passou!!

Depois de gastar todas as lágrimas que já estavam desacostumadas a cair, tão desacostumadas que as duas vezes que chorei foi aquele choro tímido onde as lágrimas molham os olhos mas não chegam nem a escorrer pelo rosto, e isso é muito bom! Enfim, depois de chorar, de ler um e-mail fenomenal da Cláudia e de encontrar acidentalmente a Fê e o Bronx na faculdade, eu estava enfim curada de qualquer “submissidade” que eu poderia estar.

Segui minha vida como deve ser, assumi o controle, fui pra aula de TV e acabei vendo e ouvindo as coisas que eu estava precisando no momento. Um foi programa sobre diversas religiões, e o outro foi um programa sobre mulheres (sexo, amizade, filosofia, beleza, etc). Muitas coisas ali vinham como respostas a tudo que eu estava sentindo dias e horas antes. Foi aí que deu o segundo pláh dentro de mim, lembrei de quem eu era e onde exatamente eu tinha me perdido.

Com minha segurança resgatada, minha auto-estima renovada, me sentindo a verdadeira mulher-poderosa-madura-de-25-anos-feliz-dona-do-meu-nariz eu voltei pra casa e dei de cara com Rodrigo online. Era realmente só ele que faltava pra dar a força que eu tava precisando. Impressionante como esse menino tem a capacidade de me mimar. Bati um papo com Diogo e Fernanda que, pra ser sincera (porque eu falo mesmo e foda-se!) eu não gostei muito. Por não ser muito a favor da barra forçada eu realmente achei uma coisa meio…Bom, xá pra lá que isso são coisas apenas pra se pensar e só.

Sábado às 9h da manhã tenho a pré-banca. Apesar de não ter muito o que temer, a consciência de que o projeto de TCC pode ser derrubado amanhã faz rolar um medo considerável, apesar de lá no fundo, bem no fundo do meu verdadeiro eu, é o que eu gostaria. Afinal não me interesso por assuntos políticos, legislativos e burocráticos. Anyway já está começado, bastante adiantado então é torcer para que tudo ocorra bem, como deverá recorrer.

No âmbito musical, estou aqui me roendo de inveja do pessoal lá de Berlin, que vai poder desfrutar de um grande evento cultural e ainda com direito ao show do Chico Buarque de Holanda. Ah, se isso rolasse onde deveria rolar, eu realmente estaria muito mais feliz. Mas o jeito é mesmo ficar atenta às migalhas que a televisão mostrará e torcer para que nosso amigo de olhos estupendos resolva presentear seus conterrâneos com seus shows.

Enquanto o Chico posa nu na capa do CD e faz show em Berlin eu me preparo para o grande dia que finalmente está aí. Show da Marisa Monte é amanhã (sábado), em São Paulo. As expectativas (positivas e/ou negativas) aumentam ao saber que o show teve que abrir apresentações extras devido aos ingressos esgotadíssimos.
Tenho medo, confesso, mas a probabilidade da Marisa decepcionar é apenas de 1%, então vamos que vamos!!

Mas mudando um pouco de assunto, eu tive uma idéia maluca mas que se uma hora eu puder fazer vai ser bacana, além de tudo engraçada. Quero lançar a idéia pro pessoal, de quando o povo se reunir a gente criar programinhas. Possíveis esboços pra quem sabe em um futuro se Deus quiser não muito distante, poder rolar uma coisa séria, um projeto mesmo. Mas como esboço penso em algo bem trash, no quintal de casa, só mesmo pra divertir com a galera e aí dessas loucuras podem sair coisas bacanas de verdade, vai saber?! É algo pra se pensar com muito carinho.

No mais é isso aí, devo voltar em muito breve com os comentários do final de semana que começará as 6h30 da matina e não tem previsão de hora pra terminar.

Ela que descobriu o mundo
E sabe vê-lo do ângulo mais bonito
Canta e melhora a vida, descobre sensações diferentes
Sente e vive intensamente

One Response to “Fênix!”

  1. Silvia Odete Morani Massad Says:

    Thanks for sharing such a fastidious idea, article is good, thats why i
    have read it completely

Leave a Reply