O curioso caso de Benjamin Button

Já fazia um tempo que eu queria assistir O curioso caso de Beijamin Button. Acho que de inicio o que me motivou a ter interesse foi por causa da situação que de uma forma ou de outra, eu me identifiquei logo de cara. Beijamin é um ser “diferente”, poderíamos chamar até sei lá, de “aberração”, e o psicológico disso tudo sendo tratado no filme me interessou um bucado. E não foi em vão.

O filme é longo e muitas vezes até um pouco parado, como muita gente anda dizendo por aí. Mas ele fica muito mais interessante se você se foca no emocional e no psicológico dos personagens e começa dar uma viajada nisso. É realmente algo que mexeu com meu cérebro e com meus sentimentos do jeito que eu esperava.

No fim das contas, apesar de tantos conflitos que uma vida como a de Beijamin pode trazer, e traz, ele acaba mostrando que as coisas são como são. E se não deu certo é só tentar refazer, e se não der pra refazer; paciência. E isso é só uma das outras tantas que trata o filme.

O filme não banaliza o caso de Beijamin, mas mostra as coisas como elas podem ser na realidade: os que rejeitam, os que acolhem, os curiosos e os que simplesmente tratam como se nada houvesse. E isso mostra também na postura dele, que apesar dos pesares não dramatiza tanto as coisas.

Uma curiosidade bastante engraçada é que em vários momentos me veio a lembrança do filme Titanic, feito com DiCaprio, na cabeça mas não por nada relevante, foram por detalhes bobos.

A maquiagem do filme é realmente muito bacana, e os atores muito bem escolhidos, Brad Pitt inclusive.

Eu indico, vale a pena ver.

One Response to “O curioso caso de Benjamin Button”

  1. Silvia Odete Morani Massad Says:

    What’s up it’s me, I am also visiting this web page on a regular basis, this web page is in fact nice and the viewers are really
    sharing nice thoughts.

Leave a Reply