A Bela e a Fera

Dos contos e das princesas que tem por aí, eu sempre gostei muito da princesa Aurora (Bela Adormecida), mas demorei pra entender que no fundo eu nunca gostei realmente da história, e o que eu gostava mesmo era do estilo e principalmente, do cabelo da Aurora. Ganhei o desenho e a Barbie na época que eu tinha meus 6 ou 7 anos.

Quando fui crescendo e prestando melhor atenção, eu me apaixonei pelo conto da Bela e a Fera. É uma história francesa e linda que fala sobre o valor dos sentimentos, da beleza interior, da amizade, da intelectualidade, das coisas realmente importantes nessa vida. Aos poucos fui me tornando fã desse conto e cada vez mais procurando ler e conhecer detalhes dessa história.

Depois aos poucos fui me identificando com a Bela. Pelo nome, pela história acontecer na frança, pelos cabelos castanhos, por ela dar tanta importância aos sentimentos e ao caráter das pessoas. Além disso, ela também detesta o Gastón que é lindo, musculoso, e totalmente bobo e convencido, não liga pra jóias e coisas de valor e não se impressiona com a aparência física as pessoas.

Sem contar também que me identifico um bucado com a Fera na questão de que a aparência física acaba afastando e até assustando algumas pessoas. E por isso, essa dificuldade muitas vezes de ter a oportunidade de viver um grande e verdadeiro amor.

Há alguns dias eu soube através do Ivan Parente, que teria o espetáculo A Bela e a Fera no Coliseu aqui em Santos nesse final de semana. Achei que nem ia por falta de companhia e por causa do preço. Além disso, já imaginava que os ingressos esgotariam logo, e foi o que aconteceu.

Até tentei pedir pra Cláudia se conseguiria algo lá no Santa Cecília, mas ela contou que aparentemente ninguém havia ganho ou comentado sobre o espetáculo por lá.

Porém quando estávamos, eu e meus pais, vendo o jornal da Tribuna vimos que estavam abrindo sessão extra para domingo às 11h em homenagem ao dia das mães e seria o preço único de 45,00. Na mesma hora minha mãe viu os trechos do espetáculo no jornal e mandou meu pai comprar um pra mim e pra ela.

Apesar de termos dormido as 5h da matina na noite anterior, por causa da comemoração do meu aniversário no bar, tanto minha mãe quanto eu acordamos sem nem precisar de despertador, tamanha era nossa ansiedade. Acordamos 8h e logo comemos nos arrumamos e fomos rumo ao Coliseu. Foi o típico passeio de Dia das Mães, e eu me senti aos 10 anos de idade em pleno 28.

O Espetáculo é maravilhoso!!

Logo que começa tem um telão para dar uma introdução da história, e com os óculos 3D, você pode ver borboletas, pássaros, chuvas e flores vindo em sua direção. E, depois dessa pequena introdução começa então o espetáculo.

O cenário é lindo e mostra cada hora um ambiente da história. São ao todo uns 8 cenários diferentes: a praça, a casa de Bela, o Bar, o alto mar, a fonte, a entrada do castelo da Fera, dentro do castelo da Fera e uma selva. Cada cenário desse construído muito semelhante ao que tinha visto no livro e no desenho. E para cada mudança brusca de cenário, baixa-se o telão com um pouco mais de narração da história.

Durante a apresentação, é usado também efeitos aromáticos. Para cada ambiente e situação, um cheiro que faça a pessoa se sentir dentro da história. Na hora da tempestade em alto mar, ventiladores com água são ligados, e uma ventania com respingos de água são jogados na platéia. Em outro momento, pétalas de rosas caem do teto sob a platéia e um gostoso aroma de rosas é lançado no ar.

Tudo isso muito bem utilizado com ótimos jogos de luz que aperfeiçoa ainda mais a impressão sensorial da platéia. Raios nas tempestades, escuridão na selva e uma luz romântica no momento que caem as pétalas.

Para completar ainda contam com uma sonoplastia bacana, que só favorece ainda mais o resto dos efeitos já citados. É um verdadeiro show de técnica, que deixa as crianças e até os adultos sentindo-se parte da história.

O elenco está de parabéns também. Ótima atuação de todos, vezes muito boas e ainda há uma interação com as crianças, dando um ar de comédia em alguns momentos da peça. Aliás, durante a apresentação parte do elenco encena nos corredores no meio da platéia.

A trilha sonora é linda e dispensa comentários uma vez que já foi vencedora de vários prêmios por aí. Todas as canções tocadas são versões/traduções do verdadeiro filme A Bela e a Fera.

Não tem como não babar, é um espetáculo lindo que merece realmente cada elogio desse. Manteve todas as crianças quietas enfeitiçadas em suas respectivas poltronas e o principal; manteve eu, que tinha dormido as 5h e bebido no dia anterior e acordado as 8h, acordadissima durante toda a apresentação.

Minha nota é 10 e eu veria mais umas três vezes.

Para saber mais de: ”A Bela e a Fera”

No Wikipedia

Para saber mais de: ”Teatro Coliseu”

No Wikipedia

Para saber mais de: ”Apresentações de A Bela e a Fera”

Em São Paulo no HSBC

6 Responses to “A Bela e a Fera”

  1. jediroma Says:

    das princesas q eu + gostava, a bela tb era uma delas, e tb a cinderela… nunca gostei da adormecida e mais ou menos da branca de neve… kkkk

  2. Jojo Says:

    Sua opinião sobre a Bela e a Fera é inutil. Mesma coisa da minha opinião sobre Renato Russo.

  3. Poltronas Says:

    Muito bom esse post, Parabéns !

  4. linda Says:

    a que eu mais gosto e a bela da bela e a fera!

  5. samilli Says:

    swdtfdghjkfhnsgrfurgoiut5pewklfmjdjfvgtftgrlsçadewro0rg,.gfjhhbfdgth

  6. Silvia Odete Morani Massad Says:

    Thank you a lot for sharing this with all people you actually
    recognise what you are speaking approximately!
    Bookmarked. Please also discuss with my site =).
    We can have a hyperlink change arrangement among us

Leave a Reply