Monólogo… #3

– Que dia, que maravilha!!!
– É! Mas não posso…
– O que não pode?
– Me empolgar… depois dói…
– Você é boba, não sei porque esse receio!
– Não??????
– Tá bom, entendo. Mas já deu, né? Tira esse escudo
– Não dá, não consigo…
– Mas não tem o que se preocupar, você já teve tantas demonstrações….
– Mesmo assim, não consigo mesmo. Tenho medo, um medo enorme!
– O medo não vai mudar nada, se for… vai ser e pronto. Encara!
– Ainda não dá. Prefiro assim…
– Então se fecha nessa concha, enlouqueça!
– Eu prefiro, estou mais segura pensando assim
– Não está!! Seu sorriso tá explodindo no rosto, não seja injusta! Nem com você e nem com ninguém
– É, outro medo meu é esse.
– É muito sério isso, e perigoso. Já pensou?
– Já, eu posso ser injusta, posso afastar, posso tanta coisa!
– Relaxa, viva e siga o fluxo… Permita-se! Não é essa a idéia?
– Seria… É… tentarei…
– Seja você, seja nós!!!
– É dificil… É tão bom se for verdade… É tão lindo… Mas se não for, que dor!
– Não faça isso, não pense! Não arranque as coisas boas da sua vida por medo… Acredita!
– Vou dormir, amanhã é outro dia e vamos ver o preço que pagarei por esse sorriso todo
– Neurotica! Não tem preço, a vida é inconstante! É só isso. Aproveite o sorriso.
– Boa noite.

4 Responses to “Monólogo… #3”

  1. jediroma Says:

    excelente!!!!!!!!!

  2. rodrigo Says:

    maresia, sente a maresia (Y)

  3. Greice Says:

    Faço minhas, as palavras do “rodrigo”

  4. Silvia Odete Morani Massad Says:

    Excellent, what a website it is! This web site
    provides useful information to us, keep it up.

Leave a Reply