Minha condição é do amor…

Essa semana que passou, estive conversando bastante sobre o homosexualismo. Não sei porque mas, por brincadeira ou papo sério, esse assunto andou sendo pauta nos meus dias.

É hipocrisia dizer que sou uma pessoa livre de preconceitos, tenho muitos e entendo que infelizmente isso está entranhado em qualquer ser humano. Mas já fui uma pessoa demasiadamente chata, com pensamentos pequenos, quadrados, idiotas. Graças a Deus eu segui o fluxo normal da natureza; amadurecer e cada vez mais abrir a cabeça e estar disposta a compreender aquilo que está for a da minha realidade. Vim a essa vida pra aprender, estou disposta a isso.

Mesmo na época de grandes preconceitos e com uma visão mais restrita sobre o mundo, uma coisa que nunca tive restrições é na questões humanas. Acho que quando se trata de bons relacionamentos, tudo vale a pena! Não importa idade, sexo, nada!!! Costumo dizer que mais vale o amor do que a guerra. Antes homosexuais relacionando do que heterosexuais em guerra e vivendo a tal da violência domiciliar.

Essas coisas nunca me espantaram, nunca me causou estranhamento. A única que não gosto muito, e isso independe o “tipo” de casal, é de pessoas que expõe demais o que a meu ver deve ser feito a dois. Não acho necessário que a pessoa fique beijando, abraçando, fazendo carinhos em público. Acho que isso constrange. Mas pra mim, não há diferença nenhuma se forem dois homens, duas mulheres ou um homem e uma mulher se agarrando em público.

Mas continuando, eu sou daquelas pessoas que acredita que a gente nunca sabe de quem vai gostar. Acredito que a gente pode sim evitar o envolvimento, evitando determinadas aproximações mais profundas, não confunda minha teoria pra sair por aí furando olho de geral. Mas acredito que não escolhemos por quem temos atração inicial; pode ser loiro, moreno, careca, gordo, magro, ruivo, homem e mulher. Eu não acredito que seja nenhuma doença e nem disturbio; assim como eu tenho atração por pseudo-intelectuais, músicos e de cabelo cacheado, que não gosta de moda, alguém pode ter atração por gordo, ou por pessoa do mesmo sexo.

O foda disso tudo ainda é o preconceito.. Ainda existe o medo da rejeição, ainda existe o tal do tabu!! Os pais ainda temem por seus filhos e muitos desses filhos ainda temem por seus pais e por toda a sociedade. Tem muita gente que esconde por medo de não ser aceito, por medo de não ser correto e até medo de ser pecado!!!! Isso tudo é pra mim, um grande absurdo!!!

Tem muita gente que comenta que “o mundo gay” é sempre muita putaria, todo mundo comendo todo mundo e coisa e tal. Eu digo sempre que putaria existe em todos os lugares, um momente de mulher assanhadinha de shortinho se insinuando pros caras, e um monte de cara metido a “pegador”. Isso não é privilégio do “mundo gay”, isso é pessoal, cada um é como é.

Não gosto muito também, quem gosta de “pagar uma de gay” pra se achar na malandragem. Já vi muita mina sair beijando mulher por aí, pra dar uma de malandra, ou ficar espalhando que é isso ou aquilo pra mostrar que é alternativa. Isso tudo é que acaba denegrindo as coisas, confundindo as cabeças e aí sim o mundo vira uma suruba generalizada!

Existem pessoas que se atraem sim, por pessoas do mesmo sexo, do mesmo jeito que por pessoas do sexo oposto. Conheço gente que vive por pura e simples sacanagem, gente que tem relação com mulheres pra suprir carências masculinas, mulheres que transam com mulheres pra atrair seus paqueras homens e gente que se envolve em relações homosexuais bonitas, verdadeiras e duradouras!

Tive um colega na terceira serie, e que hoje em dia descobri que ele assumiu sua condição sexual e até se transformou em uma mulher. Fiquei muito feliz e aliviada de ver que a pessoa conseguiu finalmente quebrar as barreiras e se aceitar do jeito que realmente é. Fiquei triste de vê-lo com certa vergonha de mim no inicio, com medo da minha reação, mas com o tempo pude mostrar que comigo isso não tem nenhum mal estar.

Tenho muitos amigos gays, tanto homens como mulheres. Escuto as histórias, dou conselhos, e acho tudo isso normal. Não existe rotulo, separação, diferença entre esses amigos. A vida pessoal de cada um não me diz respeito.

O que mais me fode em tudo isso é o tal do radicalismo. Não acho que por a pessoa ser homosexual ou a favor disso, ela precise levantar a bandeira nenhuma. Já disse uma vez, e repito que sou, de certa forma, contra a tal da Parada Gay. Acho que é por esse caminho que as pessoas vão conseguir seus “direitos” e tem muita gente que vai mesmo pura e simplesmente por causa do oba oba!

Além do mais, acho extramamente ridiculo esses famosos e políticos querendo dar uma de descolê e apoiando a Parada Gay. E, mais ainda, esse povo banalizando os sentimentos por aí.

Enfim, não fiz esse post pra dizer que sou alternativa, malandra e livre de todo e qualquer preconceito. Nem tampouco levantar bandeira nenhuma! Foi um assunto presente em meus dias, e eu resolvi expor um pouco de tudo que penso sobre isso. E, é por essas e outras que nunca digo nunca, e não descarto a possibilidade de talvez um dia me sentir atraida por uma mulher. Sinceramente estou de coração aberto pra tudo, e inclusive não deixaria de gostar, ou me envolver com alguém; baseado na condição sexual da pessoa. No fim das contas o que importa é saber quem as pessoas são por dentro. É isso que conta. Se não fosse ninguém fecharia os olhos na hora de beijar.

Agradecimento especial para Maely pela ajudona!

8 Responses to “Minha condição é do amor…”

  1. maely Says:

    agora paga os 100 reais q a gente combinou.

  2. Paola Dreyer Says:

    “É o amor que humaniza a sexualidade
    Quem verdadeiramente ama é capaz de assumir o outro integralmente.”

  3. Márcio Says:

    Bacana, concordo contigo, tirando a parte do “coração aberto pra tudo”, hehe.
    Semana que vem umas colegas de classe da UniSantos vão apresentar um TCC sobre homossexualidade aqui na Baixada, em documentário. Deve ser legal

  4. Guto Says:

    Muito mimimi, mas bem escrito! Prefiro suas criticidades, mais a sua cara!

  5. Rodrigo Says:

    nao vou conseguir ler o post inteiro agora porque vao fechar a sala 21, mas leio inteiro amanha. meu comentário pelo que li até entao é: se a pessoa for homossexual, com certeza ela nao é SÓ isso. ela tem outras coisas a oferecer, nao apenas o gosto sexual dela. e enquanto se fala tanto em paz e mimimi, é ridículo que tenha quem ainda ache legal discriminaçao.

  6. Greice Says:

    “Graças a Deus eu segui o fluxo normal da natureza; amadurecer e cada vez mais abrir a cabeça e estar disposta a compreender aquilo que está for a da minha realidade. Vim a essa vida pra aprender, estou disposta a isso.” CACETE, TEM TANTA GENTE QUE NÃO ENTENDE ISSO E ACHA QUE A GENTE É SEMPRE O MESMO SER HUMANO. E O PIOR: NÃO MUDAM NEM ESTÃO DISPOSTOS. E na boa, eu acho que a Parada só denigre a imgagem dos gays! Pq é a maior PUTARIA naquela parada e não é a PUTARIA que eles defendem… ou pelo menos não deveriam, certo?

  7. Silvia Odete Morani Massad Says:

    This site was… how do I say it? Relevant!! Finally I’ve found something that
    helped me. Many thanks!

  8. real estate players Says:

    It’s wonderful that you are getting ideas from this piece of writing as well as from our argument made at this time.

Leave a Reply