Na contramão de si, só.

Quero ser ouvida

Mas não quero falar!

Dá pra adivinhar o que penso?

Já não dou mais sinais!

Quero um conforto

Um sinal desses qualquer!

Preciso de ajuda

Mas tô me virando bem!

O choro me sufoca

E eu só consigo sorrir

Acho que estou amando!

É só uma de minhas bobagens!

Tenho novidades!

Nada de tão importante!

Tô morrendo de saudade!

Qualquer dia a gente se esbarra!

Ouça o que vou dizer

Vamos falar de você?

O que foi que você disse?

Desculpa, é que hoje não quero falar!

Vamos embora!

Amanhã a gente pode marcar

8 Responses to “Na contramão de si, só.”

  1. @mariana_nas Says:

    Caraca Belinha (posso te chamar assim?)!
    Acho que vc leu minha alma pra escrever isso… ou será que todo mundo é tão igual?
    Bjos

  2. May Says:

    [2]

  3. Mariana Says:

    oi, tenho um desafio pra você no meu blog

    http://www.mreisescreve.blogspot.com

    bg ;*

  4. jediroma Says:

    agora entendi.

  5. Weber Says:

    Quem escreveu este texto?

    As três (Iza Freitas, Belinha e Jaca) juntas???

    (Eu e minhas “adivinhações” quanto as 3 rs)

  6. Rodrigo Says:

    muito, muito bom!
    Caio Fernando de Abreu invejaria.

  7. Kindra Recidivi Says:

    Terrific work! This is the type of information that are meant to be shared around the web. Disgrace on Google for no longer positioning this publish upper! Come on over and talk over with my web site . Thank you =)

  8. Get BitCoin Says:

    Thanx, This post is very staggering, just what i am currently looking for to look over on my travels. Thank You

Leave a Reply