2007

O ano começou com pé, mão, braço, orelha, tudo do lado esquerdo. Pior do que se era de imaginar, mas nada muito diferente do que poderia acontecer. Mas já passou e esses tipos de lembranças não são pra ser guardadas, apesar de fazerem questão de martelar na cabeça durante alguns longos dias. E eu acho que ainda estou sob efeito de tudo isso, além de outras coisas que giram no meu humilde cérebro.
Quase três dias que estamos no tal do ano de 2007 e eu já levei na fuça algumas decepções, ganhei uma pequena carência que ainda insiste em se alojar em mim, algumas dúvidas, alguns medos e algumas porradas na cara no sentido figurado, é lógico.
Mas ainda estou no lucro, comecei também com novos amigos, com palavras carinhosas e muitas vezes inesperadas por parte de três ou mais pessoas, além de visitas freqüentes, saídas freqüentes e quem sabe até uma viagem bacana em breve, se tudo der certo.
O último filme do ano foi “O amor não tira férias”, deprimente por me identificar com a pobre jornalista pobre e de amor não correspondido, por um grande imbecil. Nada que ninguém nunca tenha passado, mas enfim. Não foi o melhor filme que já vi, mas dá pra curtir bastante principalmente quem gostar de uma comédia romântica água com açúcar. E o primeiro foi “Closer”, que desculpe a minha ignorância mas foi o pior filme que já vi nos últimos tempos. Pra se ter idéia não vi inteiro, dormi na metade e no resto eu fiz questão de me retirar do quarto. Um filme meio maluco, meio estranho e que dá vontade de fazer umas coisas bastante absurdas.
Trilha sonora inicial do ano foi e está sendo O Teatro Mágico, saudades do show, da energia positiva e de tudo de bom que engloba esse show, essas músicas, essa idéia. Tenho escutado bastante, pra matar a saudades e preparar o espírito para possivelmente vê-los em breve.
Pois é, já se passaram dois dias e a cabeça está a mil. São planos para o ano, uma atitude a ser tomada o quanto antes, perguntas intermináveis na cabeça e o medo, a ansiedade para tudo que vem pela frente.

Para o ano de 2007 a minha única certeza é a DP de online que devo fazer todos os sábados cedinho, e o amor que tenho pelas pessoas que estão na minha vida. O resto, é só ir levando conforme for.

2 Responses to “2007”

  1. Leandro Dalarte Says:

    É 2007, chegou e veio logo dizendo: Não estou pra brincadeira, não vim a passeio. E realmente não veio…
    Terceiro dia hoje e a cabeça fervilhando, anunciando: Você está vivo! Você está vivo!
    O bacana é isso, é ainda ter planos, ter certezas ( nem que seja DP on line, todo sábado de manhã). E outra certeza é ter um ano inteiro pela frente e único.
    Ótimo 2007 pra vc.
    Bjo!

  2. barcode glass containers Says:

    barcode glass containers

    Um pouco de quase tudo. » Blog Archive » 2007

Leave a Reply